fbpx

Toda semana estamos comentando sobre a importância de tornar-se cada vez mais digital, principalmente no último ano, e como o mundo acabou de adaptando a essa nova realidade.

Hoje vamos te mostrar como é importante aceitar meios de pagamento digitais, estratégia que já faz parte da realidade de muitos negócios e só tende a crescer.

 

O que são pagamentos digitais?

A resposta para essa pergunta é simples 😊 é digital todo pagamento feito de forma totalmente online. Para isso, a transação precisa ocorrer em uma plataforma com acesso à internet, pode ser uma carteira digital ou aplicativo de celular, por exemplo.

Ou seja, a principal característica de um pagamento digital é que ele não possui “elementos físicos” em seu processo, diferente das transações realizadas em maquininhas de cartão.

 

Quais os benefícios?

Agilidade: Um dos principais benefícios do pagamento digital é a rapidez no processamento. O que garante um recebimento mais rápido e mais agilidade na entrega do produto ou serviço que você está oferecendo. Isso também ajudará no controle do dinheiro que entra no seu caixa, podendo avaliar qual será o destino dele.

Segurança: E se você não sente confiança nesse tipo de operação, eis aqui outra vantagem: todas as informações de pagamentos processados passam por criptografia, o que protege quem paga e quem está recebendo o dinheiro. Isso garante mais proteção até para o seu cliente que não precisará andar com dinheiro e cartões físicos no bolso.

Conforto: E, falando sobre o seu cliente, ele terá mais conforto em realizar os pagamentos de casa ou de qualquer outro lugar. Se a sua loja está em um marketplace, por exemplo, ele poderá escolher como irá realizar essa transação (cartão de crédito, débito automático, link de pagamento, boleto, PIX…).

 

Principais pagamentos digitais do mercado

Gateways: É um serviço intermediário entre a loja e as formas de pagamento, semelhante as maquininhas de cartão. Com esse tipo de ferramenta é possível que o seu cliente emita boletos e o dinheiro da venda vá diretamente para a conta que você informar.

Integração direta: Aqui não existe nenhuma ferramenta entre o comércio e o pagamento feito pelo cliente, ficando sobre responsabilidade do lojista verificar se a transação foi realmente efetuada.

Intermediadora (subadquirente): Diferente da integração direta, a Intermediadora é uma empresa que fica responsável por cuidar dessa transação, cobrando uma taxa por cada pagamento confirmado. Ela faz a conexão entre o comércio online, seu cliente e você. Dependendo do volume de vendas, vale pensar se esse tipo de ferramenta ajudará o seu negócio.

 

Como escolher a melhor opção para o meu negócio?

Entender a jornada e o perfil de compra do seu cliente são um ótimo ponto de partida para descobrir se é necessário contratar uma intermediadora. Também vale conversar com as pessoas que costumam comprar mais com você e perguntar se pagar de forma mais digital faria ele aumentar o consumo ou tornaria a experiência melhor.

No momento de pesquisar essas ferramentas, compare as taxas, formas de pagamento oferecidas, atendimento e outros serviços disponibilizados.

E, após a contratação, acompanhe se o seu ticket médio mudou de forma significativa e se vale continuar com o serviço.

 

E não deixe de acompanhar as cobranças feitas pelos seus meios de pagamento. Acesse raiox.com.br ou baixe o aplicativo pela Google Play ou App Store. 

Artigos relacionados


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O controle

do seu

nas


negócio

suas mãos