fbpx

Manter a saúde do próprio negócio depende de vários fatores. Estudo do segmento em que você atua, controle do fluxo de caixa, estoque, volumes de vendas, ticket médio, visitas de clientes, organização e pagamento de contas etc. Quanto mais informações em mãos, mais fácil de avaliar o mercado e como o seu estabelecimento está se comportando diante dele. 

quando as coisas não estão indo bem? Aqui, vamos mostrar 3 sinais de alerta caso isso esteja acontecendo. Saiba quais são e não deixe o seu negócio correr perigo de falência. 

 

1 – Falta de controle financeiro 

Segundo pesquisa do SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), 1 a cada 4 negócios fecham antes de completar dois anos de existência e um dos principais motivos é a falta de uma boa gestão financeira. Ou seja, o primeiro sinal de perigo é quando você percebe que já não tem tanto controle do seu caixa, as vezes precisando pagar contas com o seu próprio dinheiro. 

Caso isso já esteja acontecendo, vale dar uma geral no que você está pagando atualmente e descobrir os ladrões de dinheiros mais comuns dos micro e pequenos negócios. 

Você já pensou em pesquisar por contas bancárias gratuitas e não se prender aos grandes bancos e seus pacotes? Reduza despesas e pare de pagar por serviços que você já não usa maisFicaatento ao caixa é um ponto essencial pra manter a saúde de qualquer empresa e, quando não é bem exercido, outros problemas acabam surgindo.  

  

2 – Dívidas e mais dívidas 

Na maioria dos casos, o segundo sinal ocorre quando a falta de controle financeiro já está instalada, gerando dívidas que poderiam ser evitadas com um controle de caixa eficiente. E, se já é um problema usar do próprio dinheiro para pagar contas, utilizar para pagar dívidas é ainda pior. 

Pedir empréstimo é a solução mais comum para esse tipo de problema, mas fazer isso, sem um planejamento financeiro, pode ser ainda mais prejudicial. Se você possui muitas vendas em cartão, avalie os benefícios de solicitar a antecipação, isso pode tirar o seu estabelecimento do vermelho. 

E que tal oferecer combos promocionais para o seu cliente? Essa ação ajuda a movimentar o caixa e também a tirar produtos que estão parados no estoque. Estude os melhores tipos de promoção para o seu negócio, coloque em prática e utilize esse retorno no pagamento de dívidas e, futuramente, para investir no crescimento do seu estabelecimento. 

 
3 – O mercado vai bem, mas suas vendas não 

Agora, se você perceber que os concorrentes estão vendendo mais, que os clientes já não te procuram com tanta frequência. alerta vermelho! Claro que, conforme o período, pode ser o segmento que não está em alta e esse problema não é apenas seu. Mas do contrário, será necessário reavaliar algumas coisas do seu negócio. 

Calcular preços e dar novos valores para produtos e serviços é uma alternativa que pode te ajudar a sair dessa maré. Mas não pense apenas na “etiqueta”, leve em conta o que você está entregando para o seu cliente, nas diferenças para os seus concorrentes e no atendimento oferecido. 

Também vale pesquisar e estudar com atenção o que pode ser feito para melhorar essa situação, as vezes uma mudança pequena pode fidelizar clientes novos e fazer a diferença no seu caixa. 

 

E se você precisa saber como andam as suas vendas, o Raio-X pode te ajudar. Acompanhe as suas transações em cartão e voucher feitas nas maquininhas e saiba se as operadoras estão te cobrando corretamente pelo serviço. Cadastre os seus meios de pagamento, acesse o portal do Raio-X no link https://raiox.com.br/ ou baixe agora pela Google Play ou App Store.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O controle

do seu

nas


negócio

suas mãos